21 trilhas em Florianópolis para você desbravar a natureza da cidade

Confira 21 trilhas para fazer em Florianópolis
Confira 21 trilhas para fazer em Florianópolis e aproveitar ao máximo o contato com a natureza

Caminhar por matas preservadas é bastante prazeroso para absorver energias positivas da natureza e contemplar vistas impactantes. Difícil discordar, né? Sendo assim, vale conhecer as melhores trilhas em Florianópolis e elaborar um roteiro divino pela capital de Santa Catarina.

Aliás, em Floripa o baixo astral passa longe. A cidade conta com praias deslumbrantes, parques urbanos, shoppings, restaurantes de variadas especialidades e muitos passeios interessantes. Nos bairros litorâneos e na região e na região central também há boas opções de hotéis, pousadas e hostels para todos os gostos e bolsos

E olha que coisa boa! Na Ilha da Magia, os principais pontos turísticos e grande parte das trilhas não estão distantes da rodoviária, o Terminal Rodoviário Rita Maria e do aeroporto Internacional Hercílio Luz. Portanto, sem dificuldades, você vai poder se deslocar de um ponto a outro e lotar a sua agenda de atividades apaixonantes.

Em seguida, veja boas informações, dicas para o passeio ser mais agradável e veja quais as trilhas de Floripa que você precisa conhecer durante a sua viagem. Boa leitura!

Motivos para você fazer trilhas em Florianópolis

Ao sobrevoar Florianópolis no avião, ou mesmo, poucos minutos após cortar as avenidas de carro, você irá admirar a vasta vegetação da cidade, dividindo espaço com prédios modernos, faixas de areia e o mar azul que fica ainda mais lindo em dias de sol. Nesse cenário arrasador, existem dezenas de espaços por onde é viável praticar trilhas na companhia de pessoas queridas. Listamos abaixo 5 motivos para você tornar essa ideia realidade o mais rápido possível. Confira!

  1. As trilhas em Florianópolis são bem sinalizadas.
  2. Há trajetos de diferentes intensidades, portanto, não precisa ter experiência na atividade para participar.
  3. Em certas trilhas dá até para levar crianças.
  4. Você passará por áreas verdes, praias, piscinas naturais, dunas e muito mais.
  5. Prepare-se para guardar inspiradoras fotos dos cenários naturais.

Conheça as melhores trilhas de Florianópolis

É agora! Chegou a hora de saber quais são os trechos mais paradisíacos da capital de Santa Catarina! Veja quais as principais características dessas irresistíveis trilhas que irão te proporcionar paz de espírito, sossego e, é claro, muita aventura.

1. Trilha da Lagoinha do Leste

Trilha da Lagoinha da Leste encanta pelo conjunto de belezas naturais – Imagem: Zzrafz, CCA – Ashare Alike 4.0, via Wikimedia Commons.

A Trilha da Lagoinha do Leste tem nível de intensidade difícil, em razão das subidas, mata fechada e obstáculos no solo, e é uma das trilhas mais bonitas de Florianópolis. Situada no Parque Municipal da Lagoinha do Leste, que fica no sul da cidade, a atração encanta os amantes de ecoturismo pela flora e fauna exuberantes, os suntuosos paredões rochosos e o litoral. 

Há dois caminhos que podem ser feitos para chegar à Praia da Lagoinha do Leste; o mais longo sai da Praia do Matadeiro e dura entre 2 horas e 3 horas e o mais curto começa na Praia Pântano do Sul, na rua Manoel Pedro de Oliveira, e dura cerca de 1h30. Com certeza, a vista vai compensar todos os esforços da caminhada sua caminhada, então, aqui está um point imperdível de Floripa.

2. Trilha dos Naufragados

Trilha dos Naufragados apresenta paisagens naturais e atrativos históricos no caminho – Imagem: Andreia Reis, via Wikimedia Commons.

Com intensidade leve e 2,5 km, a Trilha até a Praia dos Naufragados é feita em até 50 minutos. Assim, vale ir até extremo sul de Florianópolis para seguir pelo belo caminho cujo início é feito Rodovia Baldicero Filomeno.

Ao longo do percurso, você irá passar por ruínas de construções do período colonial, cachoeiras e placas indicativas que facilitam a caminhada. Do alto do farol, dá para observar as ilhas Moleques do Sul, Araçatuba e Três Irmãs e praias próximas.

3. Trilha do Gravatá

Trilha do Gravatá impressiona pelas belezas e a vibe rústica – Imagem: Oscar Fava, CCA 3.0, via Wikimedia Commons.

Localizada entre a Praia Mole e a Praia de Joaquina, a Praia do Gravatá é acessada por trilha que passa por costões e gramados verdinhos. O trajeto, cujo início ocorre na Rod-SC 406, tem 3 km ida e volta e apresenta intensidade moderada, pois, há cerca 300 metros de subida bem inclinada que exige certo esforço.

Pouco visitada, a Praia do Gravatá é aquele típico lugar que proporciona tranquilidade e é ótimo para quem deseja mergulhas, pegar um bronzeado e relaxar ouvindo o assobio dos pássaros. Quer fugir um pouco do burburinho urbano? Aqui é o seu lugar.

4. Trilha da Costa da Lagoa

Trilha da Costa da Lagoa tem trechos de imensa relevância histórica – Imagem: Catarina Saito, CCA – Share Alike 4.0, via Wikimedia Commons.

A trilha até a Costa da Lagoa tem 7km e é realizada em 2 horas. O percurso, que começa no Canto dos Araçás, apresenta trechos asfaltados, com subidas, além de pedras e terra no caminho, o que faz com o nível de dificuldade fique entre o simples e o moderado.

Embora não existam muitas placas de sinalização, o espaço é demarcado com exatidão, e por isso, não há risco de se perder. Não deixe de apreciar com atenção um engenho de farinha erguido no século XVIII e uma pequena vila, cuja população leva estilo de vida simples em contato com a natureza.

5. Trilha da Galheta

Trilha da Galheta e sua natureza virgem – Imagem: jce, CCE Atribution – Share Alike 3.0, via Wikimedia Commons.

Que tal caminhar até a famosa praia de nudismo de Florianópolis? Ótima ideia, afinal, o cenário semidesértico torna a caminhada ainda mais agradável.  

Existem dois caminhos até a praia: o mais curto é o que sai da Praia Mole e é feito em apenas 20 minutos; eis o percurso optado por grande parte dos viajantes e o mais indicado, pois, é simples e admirável visualmente. Por outro lado, quem tem aventura correndo nas veias, o caminho pela Barra da Lagoa é bem interessante. Este trecho é realizado em aproximadamente 2 horas e apresenta mais desafios. E aí, topa?

6. Trilha ecológica do rio Vermelho

A Trilha ecológica do rio Vermelho é conduzida por monitores da ONG R3 Animal, uma organização que trabalha em prol da reabilitação de animais silvestres e a conservação do meio ambiente. Eis uma opção diferenciada entre as trilhas em Florianópolis, pois, o objetivo central da atividade é a conscientização ambiental. Durante 1 km de caminhada, o visitante poderá apreciar centenas de animais silvestres; como macacos, aves, tartarugas, etc.

O Parque Florestal do rio Vermelho funciona de terça a sábado das 9h às 16h e para realizar a trilha o ingresso custa R$ 12 e 6 R$ para residentes de Florianópolis, idosos e adolescentes. Para crianças de até 5 anos, a entrada é gratuita.

7. Trilha do Morro da Cambirela

Localizada em Palhoça, cidade vizinha de Florianópolis, A Trilha do Morro da Cambirela talvez seja uma das mais difíceis dessa lista. Por isso, é especialmente recomendada para quem ama aventura na natureza e tem prática com caminhadas em condições mais complexas.

Em cerca de 1 hora e 30 minutos, o viajante andará por mata fechada e pedaços com subidas inclinadas que solicitam fôlego e preparo físico. Está em forma? Opa! Vale chegar aos 1000 metros do morro e, como recompensa, observar a área urbana, o litoral e as montanhas do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro.

8. Trilha do Morro das Aranhas

Trilha do Morro das Aranhas vista a partir da Praia do Moçambique – Imagem: Sanjayfm, CCAShare Alike 3.0, via Wikimedia Commons.

Com vários trechos acidentados e desníveis, a Trilha do Morro das Aranhas também é mais indicada para quem tem experiência e está na categoria das difíceis entre as trilhas em Florianópolis. São mais de 2 km que podem percorridos em cerca de 1 hora em local que ainda conta com áreas escorregadias com lama e pedras.

O acesso dessa trilha pode ser feito pela Praia do Moçambique e pelo Costão do Santinho, perto ao Museu ao Ar Livre Costão do Santinho.

9. Caminho do Morro do Lampião

O Caminho do Morro do Lampião tem 1,3 km e é a trilha perfeita para iniciantes e famílias, pois é leve e pode ser feita entre 20 e 30 minutos. Depende do ritmo das passadas.

No topo do morro, que tem 217 metros, dá para observar a Praia do Campeche, a Lagoa do Peri, a Praia de Joaquina, o aeroporto, o Morro do Cambirela e outros recantos apaixonantes da capital catarinense. Muita gente diz que o atrativo tem a vista mais bonita de Floripa. Será? Tire as suas conclusões!

10. Trilha para as cavernas marítimas do Pântano do Sul

Incontestavelmente inclusa na lista das mais bonitas trilhas em Florianópolis, essa atração presenteia o visitante com as encantadoras cavernas da praia do Pântano do Sul. O nível é moderado e a caminhada de um pouco mais de 3 km é feita em torno de 1 hora e 40 minutos.

De modo geral, a aventura é tranquila, mas na descida do costão até a praia, é imprescindível ter maior atenção ao chão para não escorregar, ok? Com certeza você vai amar o conjunto de belezas formado pelo mar, as formações rochosas, vegetação e até uma pequena cachoeira.

11. Trilha do Morro do Rapa

A Trilha do Morro do Rapa tem 3 km de extensão e conecta a Praia Brava à Praia da Lagoinha do Norte. Assim, por estabelecer essa ligação, o início da caminhada pode ser realizado tanto de uma praia quanto de outra.

Muito bem sinalizada, essa trilha da Ilha da Magia é larga o suficiente para a passagem de motos e carros off road no início, porque passeios de parapente são realizados no morro. Ao longo do trajeto, o visitante irá se deparar com rochas, vegetação preservada e vai ter a oportunidade de contemplar um cenário único a partir do Mirante da Praia da Brava. É uma boa levar a máquina fotográfica!

12. Trilhas das piscinas naturais da Barra da Lagoa

Trilha das piscinas naturais da Barra da Lagoa é bastante elogiada por viajantes do Brasil e do mundo – Imagem: Luis Paulo Vinatea Barbacena, via Wikimedia Commons.

As piscinas naturais da Barra da Lagoa estão entre os mais belos atrativos turísticos de Floripa. Portanto, realizar a trilha de acesso ao local é um desses programas que não podem ficar de fora da sua agenda, ta?

Veja só que maravilha! Com intensidade leve, a trilha pode ser feita por pessoas de todas as faixas etárias e dura apenas 15 minutos. Sabendo disso, guarde a certeza de que vai ser um privilégio tomar banho nas águas transparentes contornadas por rochas em um desses cenários naturais para lá de instagramáveis. Imperdível!

13. Trilha do Dólmen da Oração

A Trilha do Dólmen da Oração dispõe de ótima infraestrutura e é única trilha do Brasil cuja especialidade é arqueastronomia. Ou seja, é um local onde é viável observar o movimento solar ao longo da mudança das estações, tendo como referencial as pedras no ponto alto do morro.

Com início na fortaleza da Barra da Lagoa, a trilha é simples e muito bem sinalizada, contando apenas com um trecho de subida que exige um pouquinho a mais do fôlego. No fim, tudo será proveitoso, pois o local tem uma atmosfera diferenciada. Ah, vale a pena observar o encantador pôr do sol e renovar as energias para mais passeios em Floripa.

14. Trilha do Poção do Córrego Grande

Situado a 8 km do centro, o Poção do Córrego Grande é apontado por muitos catarinenses e turistas como a melhor cachoeira de Florianópolis. Ou seja, a trilha até a queda d’água merece constar na sua programação, caso a intenção seja desbravar a natureza e encontrar dessas recompensas de encher os olhos.

O início do percurso fica depois do ponto final do ônibus de Córrego Grande, em um pequeno caminho à direita da rua Sebastião Laurentino da Silva.  A caminhada entre árvores é muito fácil e dura apenas 20 minutos.

15. Trilha da Praia do Saquinho

Trilha da Praia do Saquinho é perfeita para quem gosta de praias isoladas – Imagem: Papa Pic, via Wikimedia Commons.

Se você gosta de conhecer lugares menos explorados, essa é uma ótima pedida. A Praia do Saquinho fica no extremo sul de Floripa e a trilha que leva a ela é uma das mais simples dessa lista, podendo ser feita em menos de 30 minutos.

É uma boa seguir entre a vegetação sentindo o vento no rosto, subir ao topo do morro e descer por área de mata fechada para chegar a uma praia pequenina e que encanta pelo repertório paisagístico do entorno. Aproveite!  

16. Trilha da Ilha do Campeche

Há várias trilhas na Ilha do Campeche que passam pelas pedras, praias e vegetação – Imagem: Núbia de Rodrigues Araújo, CCA- Share Alike 3.0, via Wikimedia Commons.

Acessada por barcos que saem da Praia da Armação, da Barra da Lagoa e da Praia do Campeche, a Ilha do Campeche é um paradisíaco sítio arqueológico de Florianópolis. Por lá, existem várias trilhas, as quais fecham e abrem ao fluxo de pessoas de acordo com a necessidade de preservação do momento.

Com intensidades diferentes, as trilhas da ilha do Campeche geralmente duram entre 1 hora e 2 horas. O início e fim delas são feitos na Praia da Enseada, uma dessas atrações que podem ser chamadas de “Caribe brasileiro” sem um pingo exagero.  

17. Trilha dos Macacos

Trilha dos Macacos é uma longa e desafiadora. Portanto, é recomendada para amantes de aventura – Imagem: Bruno Zanotto Neto, CCA-Share Alike 4.0, via Wikimedia Commons.

A Trilha dos Macacos fica dentro do Parque Florestal do rio Vermelho e conecta Vargem Grande até a Praia do Saquinho na Lagoa da Conceição. Ao contrário de grande parte dos trajetos aqui apresentados, esta atração não é tão bem sinalizada e tem várias bifurcações, o que torna o caminho difícil.

Em razão dos desafios, é indicado percorrer os 8 km – geralmente em 3 horas – com o auxílio de um guia. No mais, se você gosta de aventuras de alto nível, vai amar se embrenhar nesse pedaço isolado da mata atlântica, que é um habitat de macacos e pequenos mamíferos.

18. Trilha da Cachoeira da Solidão

Com apenas 400 metros, a Trilha da Cachoeira da Solidão conduz visitantes a uma queda d’água aconchegante com piscina natural de águas verdinhas.

Além da queda d’água, é claro, quem visitar esse paraíso também poderá se divertir na praia de 850 metros de extensão que fica entre o Saltinho e a Costa de Dentro. Como a trilha é tranquila e a praia muito agradável, aí está um ótimo passeio para fazer com a família inteira.

19. Trilha da Boa Vista

Cheia de mirantes naturais, a Trilha da Boa Vista conecta a Barra da Lagoa à pequena trilha que liga a Fortaleza da Barra à Praia da Galheta. No belíssimo caminho, andarilhos e andarilhas passam por regiões com formações rochosas exuberantes, vegetação preservada e encontrão excelentes condições para observar as paisagens do entorno.

Apesar de trechos irregulares, o trajeto é considerado moderado, tem 2,5 km e é feito em cerca de 2 horas. Se você gosta de sentir a brisa emanada pelo mar, enquanto caminha por matas densas, não perca a oportunidade de fazer essa trilha, ok? É um contato único com a natureza de Floripa.

20. Caminho da Gurita

Caminho da Gurita promove um contato intenso com a biodiversidade de Floripa – Imagem: AlexandreMachado, CCA-Share Alike 4.0, via Wikimedia Commons.

O Caminho da Gurita é um dos roteiros ecológicos do Parque Municipal da Lagoa do Peri, a maior unidade de conservação da capital de Santa Catarina.  

Com trajeto de 4 km e intensidade mediana, o trajeto é feito em aproximadamente 2 horas. No caminho, os visitantes passam por engenhos de farinha e açucar do século XIX, preservadas áreas da mata atlântica em que vivem porcos-do-mato e saguis, e a graciosa Cachoeira da Gurita.   

21. Trilha da Feiticeira

A Trilha da Feiticeira sai do lado esquerdo da Praia dos Ingleses e segue até a Praia Brava. Com 2 km de extensão, o circuito tem intensidade difícil, pois apresenta desníveis no solo e partes altas sem proteção. Conclusão, é importantíssimo ter cautela em todos os momentos da caminhada, ok?

Apesar dos desafios, aproveite a sua passagem por uma das praias mais movimentadas de Floripa e realize essa trilha para contemplar os costões, a vegetação abundante e o mar catarinense. Viu? Mesmo em praias badaladas, é possível achar um lugar para relaxar e observar a natureza em aspectos virgens.

Qual a melhor época para fazer trilhas em Floripa

Certamente você deve estar se perguntando qual o período ideal para ir para Floripa e desfrutar dos cenários naturais apresentados acima, certo? Pois bem, a melhor época para viajar para Florianópolis e aproveitar as trilhas da ilha é no outono, nos meses de março, abril, maio e o início de junho.

Nessa época do ano chove pouco e a temperatura média da cidade fica em torno de 25°C, clima bem agradável para realizar as trilhas de diferentes intensidades. Além disso, nesse período, o fluxo turístico na cidade é menor, o que é sempre bom para quem privilegia o sossego.

Por outro lado, caso você não abra mão da badalação, saiba que também é uma ótima ideia viajar para Floripa no verão. Apesar do enorme movimento turístico na estação mais quente do ano, a Ilha da Magia oferece excelente infraestrutura turística para você aproveitar as praias, trilhas e parques e voltar para casa com as melhores lembranças dos passeios.

6 Dicas para você aproveitar melhor o passeio

Imagem: Pixabay.

E aí, já na expectativa para andar entre a vegetação até cachoeiras e praias? Com vontade de subir em mirantes para tirar fotos espetaculares? Abaixo, destacamos sugestões simples e eficazes para você apreciar ainda mais as trilhas em Florianópolis:

  1. Acorde cedo! Descanse bastante no dia anterior para não levantar tarde e aproveitar o sol da manhã.
  2. Para o seu conforto e segurança, utilize calçados preparados para caminhadas em trechos acidentados.
  3. Use roupas leves e confortáveis.
  4. É uma sábia decisão contratar um guia turístico. Em algumas trilhas, inclusive, não é permitido seguir sem a orientação de um profissional credenciado.
  5. Leve garrafinhas de água e sanduíches na mochila para você garantir a hidratação e não sentir fome durante os passeios.
  6. No fim do passeio, junte os sacos e garrafas plásticas e descarte-os na lixeira mais próxima. É um dever coletivo ajudar a preservar lugares tão especiais, concorda?

Aprovou as atrações? Divirta-se nesse paraíso

Convide as pessoas que você mais gosta e programe a viagem para a Ilha da Magia.

Você vai voltar para a casa com souvenires, muitas fotos, um bronzeado especial e recordações incríveis! Ah, e se você já colocou as trilhas no seu roteiro de viagem, confira nosso post sobre as praias de Florianópolis. Quanto mais surpresas positivas melhor, né?